CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

Sejam bemvindos!

Este Blog junta várias dicas de como ter uma beleza e saúde natural sem grandes gastos.


sábado, 31 de maio de 2008

Resposta ao Inquerito "Rapar os pêlos..."

Raspar os pêlos faz com que eles fiquem mais grossos ou cresçam mais?


Mentira:

Nada que se faça com a haste do pelo muda a sua característica. A impressão de que o pêlo ficou mais grosso deve-se ao fato de que ele foi cortado no meio da haste, onde é mais grosso que na ponta do fio. Se fosse assim, ninguém ficaria calvo, era só raspar a cabeça que os cabelos voltariam a crescer fortes e grossos.

O chá verde pode ser protecção contra HIV

O chá verde, produto não fermentado e não oxidado da planta Camellia Sinensis, é composto de catequinas, nomeadamente Epigalocatequina Galato (EGCG). Esta substância é tida como eficaz na prevenção do cancro e doenças cardiovasculares.
Um novo estudo, da responsabilidade de uma equipa da Universidade de Tóquio, revelou que a EGCG presente no chá verde pode também ter uma acção protectora contra o HIV.
Os investigadores detectaram que esta substância bloqueia a acção da glicoproteína do HIV junto das moléculas CD4 nas células T. O estudo é pioneiro pelo que revela do efeito terapêutico das catequinas, em casos de infecção pelo HIV, mas os cientistas não acreditam estar na presença de uma droga alternativa aos fármacos actualmente utilizados.
Journal of Allergy and Clinical Immunology

Uma cenoura por dia pode prevenir o cancro.

Enquanto um sem conta de estudos provam que uma dieta equilibrada, repleta de fruta e vegetais, podem prevenir muitas doenças, incluindo o cancro, um novo trabalho dá mais um passo em frente.
Pesquisadores italianos afirmaram que, particularmente, alguns tipos de fruta e vegetais podem prevenir tipos de cancro específicos.
O estudo com 4,522 pacientes com cancros da mama, do cólon, e do recto e 5.155 indivíduos sem qualquer cancro para servirem de controlo em 6 áreas de Itália, levou à conclusão que os vegetais conferem maiores níveis de protecção contra o cancro do que os frutos.
As cenouras cruas parecem ser os que oferecem maior protecção contra os 3 tipos de cancro. Quando se compararam grupos de participantes, em relação aos que consumiam meia dose de cenoura crua por semana, aqueles que comiam 4 doses semanais apresentavam um risco 30% menor para desenvolver cancros do cólon ou do recto e de 20% para o cancro da mama.
Os vegetais têm mais vitaminas combatentes do cancro como a C, a B-6, o ácido fólico e carotenóides, do que a fruta, explicam os especialistas. Cientistas liderados por Silvia Franceschi do Centro di Riferimento Oncologico, em Itália, escrevem no Epidemiology que os italianos consomem os seus vegetais condimentados com óleo vegetal o que pode ser responsável por parte da protecção atribuída aos vegetais crús.
No estudo, os participantes que consumiram as maiores quantidades de vegetais crús - cerca de 12 doses por semana - apresentaram uma redução de 26% no risco de contrair cancro do cólon, de 16% para o cancro do recto e de 15% para o cancro da mama, quando comparados com aqueles que consumiram a menor quantidade de vegetais crús - cerca de 4 doses por semana.

Revista Performance


quinta-feira, 29 de maio de 2008

Envelhecimento saudavel

A velhice tem data certa para chegar: segundo a Organização Mundial da Saúde, essa etapa da vida começa oficialmente aos 65 anos ainda que alguns se sintam bem jovens nessa idade e outros comecem a sentir certos desgastes bem antes. De fato, a terceira idade não é, ou não deveria ser, sinonimo de decrepitude. Trata-se apenas de um estágio de vida. E há cada vez mais gente vivendo nessa etapa. Daí a necessidade de olhar para ela de forma especial.
Para se ter uma idéia, no começo do século XX, a expectativa de vida era de apenas 40 anos. Ao final deste século, será comum viver até 100 ou 120 anos. No ano 2000, os maiores de 65 anos eram 5% da população. Segundo estimativas do

envelhecimento da população e as limitações que chegam com o passar dos anos. O maior desafio, então, é conservar a autonomia e a saúde, apesar da passagem do tempo.

Nutrição
Conforme vamos ficando mais velhos, uma boa alimentação passa ter um papel cada vez mais importante para se ter uma vida saudável. Comer pouco sal, pouca gordura e muitas frutas, vegetais e fibras pode realmente reduzir as chances de se ter problemas relacionados à idade como doenças do coração, diabetes, derrame, osteoporose e outras moléstias crônicas. Alimentar-se de uma grande variedade de comidas faz com que você obtenha facilmente os nutrientes de que se corpo precisa.

Proteína: necessária para manter e reconstruir os músculos. É possível obter proteína com baixa quantidade de gordura em aves, peixes, ovos, soja.

Carboidratos: grande fonte de energia para o corpo. Existem dois tipos principais de carboidratos: açúcares simples, como sacarose (açúcar refinado), frutose (açúcar contido nas frutas) e lactose (açúcar presente no leite); e os carboidratos complexos, que são oriundos de vegetais e grãos. Ao contrário do açúcar refinado, frutas contêm vitaminas e fibras, produtos láticos também possuem vitaminas e cálcio, enquanto os carboidratos complexos têm vitaminas, minerais e fibras. Tente obter a maior parte dos carboidratos de sua dieta por meio da ingestão de vegetais, frutas e grãos e busque substituir alimentos ricos em gordura por carboidratos complexos.

Gordura: é também fonte de energia para o organismo. Para manter os níveis de colesterol no sangue baixos, você precisa ter como fontes principais de gordura, as poli-insaturadas (existentes no óleo de soja e de milho) e as monosaturadas (encontradas no óleo de oliva, abacate e nozes). O ideal é limitar a ingestão de gorduras saturadas (carne bovina, de porco, manteiga e queijos gordurosos). Você não precisa parar de comer esses alimentos, mas pode comê-los poucas vezes na semana e em pequenas porções. Evite as gorduras trans (hidrogenadas), encontrada nas margarinas e em alimentos industrializados, como bolachas.

Água: necessária para repor a que é utilizada para realizar as atividades básicas do corpo. Com o passar dos anos, os rins vão ficando menos eficientes em fazer com que o corpo fique hidratado. Por isso, é preciso fazer um esforço e beber pelo menos dois litros de água diariamente.

Quando se pensa em alimentação para a terceira idade, é preciso ter em mente as mudanças que ocorrem no corpo com o passar do tempo:

A necessidade diária de energia do corpo se reduz. Isso significa que você precisa de menos calorias por dia do que quando era mais novo. Seu médico ou um nutricionista poderá calcular sua necessidade diária de calorias e elaborar uma dieta específica
Mudanças hormonais são naturais e fazem com que o corpo produza e acumule mais gordura (especialmente na região da cintura) e menos músculos. Por isso, você passa a precisar menos de gordura e mais de proteína em sua dieta diária. Combine isso com atividades de desenvolvimento muscular e alongamento
Seus ossos perdem minerais mais rapidamente do que antes, especialmente se você é mulher e já está na menopausa, porque os baixos níveis de estrógeno aumentam a perda de massa óssea. Você precisará, então, de uma grande quantidade de cálcio para prevenir o aparecimento da osteoporose

Em outras palavras, o melhor modo de alcançar e manter um peso saudável conforme se envelhece, é ingerir menos calorias do que ingeria quando mais novo. Evite gorduras trans e saturadas. Elas são prejudiciais para os vasos sanguíneos, por aumentam as chances de entupimento dos mesmos e, por conseqüência, de arteriosclerose.

Ajuda para quem está abaixo do peso ou com uma nutrição pobre
Pessoas que estão abaixo do peso têm baixas reservas e menos condições de se recuperar prontamente após adquirirem algum tipo de doença ou lesão. Se você tem problemas em manter seu peso, precisará tomar medidas para engordar com saúde e, assim, ter mais energia para suas tarefas diárias. Siga as instruções de seu médico sem esquecer de:

Fazer três refeições diárias intercaladas com três pequenos lanches. Nunca pule refeições
Escolha alimentos calóricos de cada grupo. Prefira leite integral ao desnatado, por exemplo.
Como os alimentos mais calóricos na primeira refeição do dia, geralmente o café-da-manhã

Alimentos para uma vida longa e saudável
Os nutrientes corretos podem trazer mais vivacidade e saúde para as pessoas mais velhas. Não perca tempo, comece já a ter uma alimentação balanceada e saudável. Para começar, inclua alimentos dos quatro grupos de cores listados abaixo:

Verde-escuro: vegetais como brócolis, espinafre e repolho são ótimas fontes de cálcio para seus ossos e dentes
Vermelho: tomate, pimenta, amora, melancia e romã são fontes de licopeno e antocianina, fundamentais para o sistema urinário e para o bom funcionamento da memória
Laranja/Amarelo: cenoura, batata-doce, inhame e abóbora fornecem antioxidantes e fundamentais para a visão
Roxo: Berinjela, ameixa, amora silvestre são alimentos que também ajudam no bom funcionamento do sistema urinário, além de contribuírem para o aprimoramento da memória

Fibras para todo o corpo
As fibras ajudam a manter baixos os níveis de colesterol e de açúcar no sangue, além de contribuírem para o bom funcionamento do intestino. Há algum tempo, quando o estilo de vida era menos frenético, a maior parte dos alimentos consumidos tinha muita fibra. Agora estamos mais acostumados a beliscar pequenos lanches pouco saudáveis, comer em fast-food ou então, quando em casa, apenas esquentar comidas congeladas compradas no supermercado.

A verdade é que a maioria de nós deveria comer o dobro de fibras do que comemos atualmente se quiser nos beneficiar desses nutrientes. Estudos mostram que uma dieta rica em fibras incluindo alimentos como maçã, feijão, frutas, vegetais, aveia, arroz integral claramente reduz os níveis de colesterol no sangue. Alimentos com alta quantidade de fibras levam mais tempo para ser digeridos, então eles não causam picos de alta de açúcar no sangue, como quando ingerimos pão branco, batatas e doces. Como são alimentos de digestão mais lenta, trazem maior sensação de saciedade, o que faz com que a pessoa coma menos quantidades e consiga manter-se em seu peso ideal.

Cálcio para os ossos
Se você quer manter seus ossos fortes e reduzir as chances de fraturas quando ficar mais velho, comece agora a ingerir mais alimentos ricos em cálcio, como queijos de baixa caloria (o branco é o mais indicado) e leite. O cálcio também é responsável por manter os dentes fortes e ainda ajudar no funcionamento dos músculos de todo o corpo, inclusive o cardíaco, que faz com que o coração bombeie sangue para o organismo.

Conforme ficamos velhos, a quantidade de minerais nos nossos ossos se reduz. Pouco cálcio leva à perda de massa óssea e, conseqüentemente, a osteoporose e a maiores chances de fraturas. Para se abastecer de cálcio, escolha alimentos de baixa quantidade calórica e com pouca gordura como leite e iogurte desnatado e queijos magros. Uma porção desses alimentos pode conter pelo menos 30% das 1.000 miligramas diárias de cálcio recomendadas pela Organização Mundial de Saúde.

Água como fonte de energia
A água é necessária para ajudar o corpo a eliminar toxinas e a manter a pele e os tecidos hidratados. Ela também é essencial para quem tem uma dieta rica em fibras, pois ajuda esses nutrientes a realizarem de forma mais efetiva suas funções dentro do organismo. Jamais deixe de beber água por preguiça ou porque não quer se levantar da cadeira de trabalho ou da cama para ir ao banheiro. Mantenha sempre uma pequena garrafinha cheia ao seu lado, assim você não se esquecerá de tomá-la. Se você não gosta de tomar água, tente deixá-la um pouco mais saborosa. Coloque algumas rodelas de limão ou de laranja para dar algum sabor sem que seja preciso adicionar calorias ao líquido.

Limpeza de pele: fácil e rápida para fazer em casa



Cuidados diários com a pele garantem um rosto macio e livre de irritações provocadas pelo barbear

A pele exige cuidados diários, principalmente a do rosto. Como os homens costumam ter pele mais oleosa que a das mulheres e têm que fazer a barba com frequência, é preciso ter uma atenção especial para evitar pêlos encravados, excesso de oleosidade e cravos. Para isso, cuidados básicos evitam problemas e deixam a pele em dia: macia e sem irritações.

A esteticista do Red Door Saloon and Spa, de São Paulo, Thaís Trindade, recomenda que diariamente o rosto seja lavado com um sabonete e higienizada com um tónico. "Várias marcas oferecem esses produtos, é só escolher o que mais se adequa a pele", indica.

A grande sacada, que ajuda na hora de fazer a barba, é esfoliar a pele. De acordo com a esteticista, a esfoliação semanal evita o encravamento dos pêlos, promove uma renovação celular, controla a oleosidade e ajuda a prevenir cravos e espinhas.

Mas para isso não é preciso gastar horas em algum salão ou comprar produtos caros. Thaís ensina duas receitas rápidas e fáceis de fazer e usar, que são utilizadas no spa Red Door. Não é preciso gastar mais que cinco minutos. Confira:

Esfoliante de açúcar:
Para fazer o esfoliante misture uma colher de sopa de açúcar cristal com uma de mel. Em seguida passe no rosto com movimentos circulares leves e retire com bastante água em seguida.

Esse esfoliante de açúcar e mel é ideal para peles com muitos cravos, mas não é recomendável para peles sensíveis - pode ocasionar vermelhidão - ou muito oleosas.

Esfoliante de aveia:
Misture duas colheres de sopa de aveia em flocos com duas de mel. Passe em todo o rosto e faça movimentos circulares. Em seguida, retire o esfoliante com água.

O esfoliante de aveia é mais suave e, por isso, indicado para peles mais sensíveis. Além disso, a aveia promove a nutrição da pele.

Depois da esfoliação ou dos cuidados diários, Thaís recomenda o uso de um hidratante com filtro solar. "Como a pele dos homens são mais oleosas, é melhor optar por hidratantes em gel", sugere.

Recomendações
- Faça a esfoliação uma vez por semana com movimentos circulares leves.
- Lave o rosto com sabonete, tónico e use hidratante com filtro solar diariamente, isso evita o ressecamento da pele e facilita o barbear.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Goiaba uma boa fonte de vitamina C

A maioria das pessoas não sabe, mas a goiaba contém mais vitamina C do que o limão, constituindo-se em uma óptima fonte desta vitamina, sem falar que à mais doce e mais saborosa.

A vitamina C actualmente é uma das vitaminas mais conhecidas e utilizadas pela população em geral, e não é para menos, a vitamina C tem propriedades como auxiliar na produção de colágeno, melhorar a absorção de ferro, aumentar a imunidade contra doenças bacterianas e virais, entre outras.

A dose diária recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde", é de 60mg/dia, o que equivale a dizer que um copo de goiaba ou apenas uma laranja ao dia, supre essa necessidade.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Biodanza

Biodanza

Descubra como pode melhorar a sua vida... dançando!

Também designada dança da vida, assume-se como um caminho para reencontrar a alegria de viver e promover a saúde e o bem-estar.

Quando, em 1965, o antropólogo chileno Rolando Toro resolveu testar um novo método não convencional (a dança) num grupo de esquizofrénicos, teve uma resposta surpreendente, muito mais rápida e eficaz do que qualquer outra linha terapêutica testada até então.

Nascia assim a Biodanza (bio deriva do termo bios que significa vida), um processo de desenvolvimento pessoal que visa resgatar a afectividade (integração afectiva), regular as funções biológicas do organismo (renovação orgânica) e reensinar a confiar nos instintos, os grandes responsáveis pela conservação e evolução da vida (reaprendizagem das funções originárias da vida).

O que é?

A Biodanza é um sistema de desenvolvimento pessoal que utiliza como instrumentos a música, o movimento e a emoção para desenvolver as potencialidades do ser humano, procurando resgatar em cada um a sua própria dança, isto é, a forma de viver a sua vida e de ser feliz.

Mais do que um conjunto de exercícios com música ou de uma simples forma de expressar emoções, é uma técnica que procura induzir transformações na existência, de forma a reencontrar a alegria de viver e promover a saúde e o bem-estar.

Como funciona?

A dança é o ponto de partida, mas a proposta da Biodanza não consiste só em dançar, mas sim em proporcionar a possibilidade de contacto com os nossos instintos e energias vitais, os quais, ao serem activados, actuam na restauração de um equilíbrio psico-orgânico que nos conecta connosco, com os outros e com a natureza.

De acordo com Rolando Toro, o movimento, a dança, o canto e os exercícios de comunicação em grupo induzem aquilo a que chama “vivências” (experiências imediatas intensas), capazes de modificar o organismo e a existência humana ao nível físico, afectivo-motor e existencial.

Quais os benefícios?

A Biodanza tem como objectivo ajudar a estimular o lado positivo das pessoas, desenvolver a sua criatividade e melhorar a sua capacidade de comunicação e de auto-estima. De acordo com Nuno Pinto, facilitador de Biodanza, esta técnica «leva as pessoas a conhecerem os seus talentos, virtudes, a ficarem mais felizes, amáveis e, aos poucos, vai eliminando os medos provocados pela sociedade, como o medo de se expressar, de tocar, de ser tocado...».

Para tal, nas aulas de Biodanza, «a pessoa é convidada, ao seu ritmo e à sua maneira, a mover-se, a expressar-se, a cuidar de si, a olhar os ritmos diferentes das outras pessoas, a aceitar-se e a aceitar os outros como são», explica. Desta forma, é possível resgatar não só a auto-estima como a capacidade de contornar obstáculos na vida; em suma, um convite a ser feliz.

Por outro lado, as vivências de integração (assentes em música e afectividade), promovidas pela Biodanza, também actuam com fins terapêuticos na promoção da saúde. Como? Ao estimular o processo de auto-regulação neuro-endócrina, aumentam a resistência ao stress e à ansiedade e diminuem os estados de doença.

Como é uma aula de Biodanza?

Uma aula-tipo começa com os alunos sentados no chão, formando uma roda, a partilhar experiências e sentimentos. De acordo com Nuno Pinto, esta interacção, «é importante para tecer uma rede solidária onde cada um é importante».

Depois a roda continua, mas de pé, e as pessoas são convidadas a movimentarem-se ao som da música, que alterna entre ritmos mais acelerados e mais lentos. Através dos diferentes ritmos, «cada pessoa encontra uma maneira própria de se expressar, descobre sentimentos, necessidades, desejos... e, lentamente, vai-se descobrindo e percebendo que pode alterar o seu estilo de vida e a qualidade das suas relações».

Nas aulas de Biodanza é ainda comum o recurso ao abraço e à carícia («a carícia desperta a fonte do desejo e expressa a identidade, essencial no processo de mudança», explica Nuno Pinto) e a cerimónias de regressão («reforçam o processo de auto-regulação»).

A quem se destina?

A qualquer pessoa que deseje melhorar a sua qualidade de vida, diminuir os níveis de stress e reencontrar o prazer de viver. Toro considera a Biodanza «boa para todos», mas recomenda-a especialmente «aos enfermos desta nossa civilização, que têm dificuldade de contacto com o próximo, de comunicação, problemas familiares e que precisam resgatar a sua expressão criativa e genuína».

Onde experimentar?

No site da Escola de Biodanza SRT, encontra o contacto dos facilitadores de Biodanza credenciados em Portugal (www.escolabiodanzaportugal.com). Pode começar por experimentar uma aula aberta ou participar num grupo regular.

Para saber mais, pode ir ao site www.biodanzanunopinto.com.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Rejuvenescedora de coco verde

Dá um ar de firmeza na face. A polpa é ótima para tratar peles ressecadas e rugas superficiais, além de ser um hidratante rico em potássio.

Modo de fazer: Retire a polpa e a água do coco. Coloque a polpa no liquidificador, um pouco de hidratante facial e, aos poucos, vá acrescentando a água da fruta até obter uma consistência homogênea. Passe uma camada bem espessa no rosto limpo e deixe agir por 30 minutos. Retire com a água restante do coco

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Relaxante de maçã

A fruta é fonte de vitamina A e C, além de diversos sais minerais como o cálcio, fósforo e ferro, que ajudam na luta contra o estresse físico e emocional. Indicada para reequilibrar a hidratação e recuperar as células das consequências nocivas do sol.

Modo de fazer: Rale metade de uma maçã gelada descascada e misture com 1 colher (sopa) de farinha de trigo, 2 colheres (sopa) de leite e 1 colher (sobremesa) de mel. Aplique sobre a cútis e deixe por 20 minutos. Retire com água mineral.
Tanto os cosméticos prontos quanto os feitos em casa têm resultados eficientes: menos rugas, mais vigor...